Frase do momento

"Lembra-te que o Sol é sozinho, e nem por isso, deixa de brilhar."

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Morre-se lentamente

Morre lentamente quem se torna escravo do hábito, repetindo diariamente o mesmo caminho, comprando a mesma marca. Quem não arrisca vestir o branco em vez do preto, não fala com desconhecidos. Morre lentamente quem faz da Tv. o seu mundo, quem não se apaixona com medo de sofrer, quem tem pensamento negativo, aquele tipo de pensamento que lhe tira o brilho dos olhos e o sentido bonito da vida. Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o trabalho, quem não arrisca o medo de realizar um sonho. Morre lentamente quem não conhece, não lê, não ouve boa música, quem não sente o ar a deslizar nos cabelos no fim da tarde. Assim, sem dúvida que se morre lentamente. Aproveite bem a vida.

2 comentários:

Catarina Brás disse...

Dedos mágicos , dei como o seu blog através da "piquena ".
Morre -se realmente de todas as maneiras que referiu, e muitas vezes " a prestações num suicídio lento e sem fim".
Senti me viva ao ler as suas palavras , porque apesar das contrariedades deste jogo absurdo e enigmático a que chamamos Vida, quando se põe as coisa em perspectiva ,percebemos que nem sempre temos tudo o que Queremos , mas quase sempre temos o que Precisamos.
Bem Haja

Dedos_Mágicos disse...

Olá Catarina!
Obrigada pelas suas palavras e seja bem-vinda ao meu blogue!
Ainda bem que consegui contribuir para a felicidade de a´lguém! Pois é esse mesmo o meu objectivo!

Beijinhos e volte sempre que quiser.